Sobre    Contato

A Brahma vence o Fla-Flu

0
Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Essa é amiga da linguiça e do torresmo

Por Caio Barbosa

Meu amigo e camarada Pedro Landim, que divide este espaço comigo, enlouqueceu. Fez um post querendo explicar por que a Heineken é melhor que a Brahma. Não sei se foi a eliminação precoce do Flamengo na Libertadores, mas que endoidou de vez, endoidou. Palavra de um bebedor de Heineken, cerveja que aprendi a gostar em 2002, no Aconchego Carioca, que nunca serviu o trio Brahma, Antarctica e Skol. Katita, a dona da birosca, foi uma das pioneiras em apostar em marcas que ninguém (ou quase ninguém) bebia.

Eu até liguei para ele e perguntei se a Heineken estava patrocinando o Alma de Bar e ele não me falou. Mas nada disso. Até porque aqui falaremos de tudo. E de censura, eu já tô legal. Primeiramente, democracia e liberdade de imprensa. Segundamente, uma cerveja gelada. E quando se trata de cerveja, meus amigos, tenham a certeza que eu só bebo duas: em garrafa e em lata. Tirando essas duas, tô fora.

Mas diferentemente do que ele diz, a Heineken jamais será melhor que a Brahma em absolutamente nenhum quesito, porque a Brahma tem Alma de Bar. É nossa cerveja número 1, a mais popular, a cerveja de todo brasileiro, do Zeca Pagodinho ao meu pai. E ainda tem o Chope da Brahma. Com todo o respeito à Heineken, não dá para comparar. E olha que tomei três Heineken antes de escrever isso.

Eu já sei que vão dizer que este post é um caô para arrumar patrocínio. A gente até merece os patrocínios, mas não é. Eu nem incluí outras cervejas, e olha que sou de Petrópolis, terra de duas marcas gigantescas, entre elas a primeira cerveja do Brasil, sem contar outras marcas menos famosas, mas bastante gostosas. A questão aqui é simplesmente o Fla-Flu criado por ele entre Heineken x Brahma. Apesar de a Heineken ser mais bonita, verde, branca e grená, a melhor é a Brahma. Como o Fluminense. Do Júnior, que jogou no Flamengo, mas é Fluminense e prefere Brahma, é claro.

Bate-bocas à parte, o importante é seguir as dicas do Pedro Barcellos, nosso sommelier convidado, que é quem entende da brincadeira. Ele já avisou: o importante é provar todas. Quando falo de bate-bocas à parte, me refiro à parte de dentro do bar, porque não há boteco que resista sem uma discussão desimportante.

Beba todas. E veja que nenhuma tem mais Alma de Bar que a Brahma.

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.
Compartilhar:

About Author

Leave A Reply

treze + oito =