Sobre    Contato

A língua do Guerreiro no Bar Madrid

0
Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Língua para que te quero

Por Caio Barbosa

Impiedoso na sua proposta de ser uma birosca à moda antiga, o jovem e querido Bar Madrid, na Tijuca, fez uma aposta ousada, mas necessária para o Comida di Buteco: emendou e lançou uma língua com uma farofa caprichada de biju na manteiga, bacon e alho.

Não é um petisco que vai vender na quantidade absurda do Bar do Bode Cheiroso, ou do Bar Enchendo Linguiça, que fizeram a covardia de colocar creme de aipim na disputa (no Bode, com carne seca; no Enchendo, com linguiça artesanal, claro). Nem como o Cachambeer Bar E Botequim, que também jogou sujo e vem com lorto (ops, lombo) e feijão tropeiro. Isso não se faz.

O Bar Madrid, no entanto, presta um serviço e tanto à gastronomia de botequim ao lançar uma iguaria das mais maravilhosas que se tem notícia. E a gente aqui no Alma de Bar desconfia de quem não come língua.

Mas se você é desses, a oportunidade é agora. Deixe teu preconceito de lado e aceite o nosso desafio: vá lá e prove. Se não gostar, a gente dá um jeito de pagar. Nem que seja em beijo na boca. De língua.

Sim, porque não é possível não gostar desse petisco. Tem que comer correndo. Não perca tempo.

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.
Compartilhar:

About Author

Leave A Reply

quatro × quatro =